Egressos

Desde a sua concepção em 2006, o CMEA já formou dezenas de mestres no estado de Alagoas, suprindo a forte demanda por profissionais mais capacitados na região.

O curso de mestrado apresenta uma trajetória positiva no que se refere ao número de alunos concluintes. A evolução é fruto de um esforço conjunto dos professores com o objetivo de estimular e manter os alunos da pós-graduação comprometidos, monitorando constantemente o andamento de seus trabalhos.

A maior parte dos egressos trabalha em áreas correlatas ao curso, principalmente como professores e pesquisadores em instituições públicas e privadas, outros deram continuidade aos estudos na pós-graduação ingressando em cursos de doutorados em instituições como UFPE/PIMES, UFRGS e UFBA.

O mestrado tem formado pesquisadores que se destacam em instituições estaduais, executando pesquisas importantes, com grande impacto sobre as contas do Estado, também trabalhando no assessoramento de secretários de Estado. Instituições como a Secretaria de fazenda (Sefaz), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (FAPEAL) e Tribunal de Contas de Alagoas vem absorvendo os alunos egressos do curso.

Ademais, boa parte dos nossos egressos ingressam como docentes em universidades e faculdades públicas e privadas em instituições localizadas no interior do estrado, os quais apresentam grande demanda e em geral encontram dificuldades em trazer professores de outros estados, principalmente na categoria de substitutos. Sendo assim, com a formação de professores no próprio estado, o programa permite a diminuição dessas assimetrias regionais.

Em 2020 está sendo realizada a primeira pesquisa de egressos do CMEA, que será aplicada anualmente, em consonância com o planejamento estratégico do programa. O objetivo é monitorar a atuação de nossos egressos e realizar uma autoavaliação continuada do nosso curso.

Link da pesquisa: https://forms.gle/3dDm66Rb5s6PDu3T9

Relatos de egressos:

Alguns relatos de nossos egressos:

"O Mestrado em Economia Aplicada da UFAL foi muito importante para minha formação pessoal e profissional a medida que proporcionou, notadamente, um estudo mais aprofundado sobre os conteúdos econômicos e maior contato com a pesquisa. Muito do trabalho que hoje executo como docente e assessora de política fiscal tem contribuição da formação adquirida no mestrado. Bons professores, estrutura e apoio do programa também foram importantes nesse momento de aprendizagem. Destaco ainda o quanto a pesquisa que culminou na dissertação que defendi foi relevante para minha formação, tanto na pesquisa quanto na reflexão sobre a importância das políticas voltadas aos microempreendedores. O contato com a metodologia adotada pelo Banco do Nordeste, responsável pelo maior programa de microcrédito do Brasil, o Crediamigo, através do estudo da literatura da área, da visita a gestores do programa e acompanhamento do trabalho em campo dos seus agentes de crédito trouxeram contribuições pessoais e para a dissertação, podendo esta ser utilizada em trabalhos futuros, aprimorando reflexões sobre as políticas públicas e os problemas da nossa sociedade."

Natália de Olivindo Souza

Egressa titulada em 2018

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas

O Mestrado em Economia Aplicada da UFAL me ajudou a desenvolver habilidades distintas, o que agregou bastante no meu trabalho e prosseguimento dos estudos.  Aprofundei meus conhecimentos em diversas áreas como microeconomia, econometria, inovação e análise de dados de comércio internacional na orientação da dissertação. Foco nesses pois se tornaram base do meu projeto de doutorado que hoje sigo em Portugal na Universidade da Beira Interior. Graças às competências adquiridas durante o Mestrado de Economia da FEAC me destaquei, fui aceita no doutoramento, e também fui aprovada na seleção da Bolsa de Incentivo ao Doutoramento UBI-Santander Totta, justamente devido ao projeto que é um desdobramento da minha dissertação. Por fim sou grata por ter cursado o Mestrado de Economia na UFAL pois me abriu várias portas.”

Marília Costa Bento

Egressa titulada em 2019

Doutoranda na Universidade da Beira Interior

O programa de mestrado em economia aplicada foi de fundamental importância para o meu amadurecimento profissional a partir da aquisição de conhecimentos, que ficaram vagos durante a graduação. A combinação da teoria (a qual pude aperfeiçoar, além de ter outras visões do que já tinha estudado) com a aplicação dos métodos econométricos foi algo que aprendi apenas no período do mestrado.
Com isso, apliquei tais aprendizados na minha dissertação, uma vez que possibilitou calcular o impacto do Programa Bolsa Família na educação de crianças e jovens do Nordeste e assim, observar a importância do incentivo para que o beneficiário pudesse romper o ciclo intergeracional da pobreza.

Arcenor Gomes Neto

Egresso titulado em 2018

Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas

"Por meio do mestrado em Economia Aplicada da FEAC/UFAL, consegui aprofundar meus conhecimentos acadêmicos, com exponencial aumento da minha literatura econômica, como também no aprimoramento das minhas técnicas de pesquisa, me condicionando melhor ao rigor científico em meus trabalhos. O curso me apresentou muita informação nova e pluralista, sendo notório para mim o grande salto do meu conhecimento da graduação para o mestrado, na qual hoje trabalho com conteúdos que estão na fronteira do conhecimento. Essa pluralidade, que é inerente a complexidade da ciência econômica, na qual encontrei no curso, me possibilitou construir uma dissertação abrangente, o que foi ótimo, pois era uma exigência própria, onde pude trabalhar com economia rural, microeconomia avançada; teoria dos jogos; teoria dos leilões, e com a Nova Economia Institucional, e para incorporar os dados utilizei-me de estatística descritiva e inferência estatística. Obtive total apoio do meu orientador para baralhar com temas ortodoxos e heterodoxos, como também foi um grande incentivador para a pesquisa em campo, me encorajou a fazer uma pesquisa com dados primários, que resultaram em dados sui generis. Assim, tive uma das experiências mais importantes da minha vida, para meu engrandecimento intelectual e principalmente social, pois me sinto ainda mais preparado para servir ao mercado de trabalho, com também para publicações acadêmicas de qualidade."

José Adeilton da Silva Filho

Egresso do CMEA, titulado em 2018

Prefeitura de Palmeira dos Índios -AL

Lista de egressos a partir de 2017

Ano de entrada Data da defesa Nome do(a) aluno(a) Link do Lattes Orientador(a) Título da dissertação
2017 4/4/2019 ARTHUR V. DE SOUZA Lattes Anderson Moreira Aristides Dos Santos Desigualdades Na Renda Dos Estilos De Vida Da População Brasileira - Uma Análise Da Pesquisa Nacional De Saúde De 2013
2017 8/4/2019 MARILIA COSTA BENTO Lattes Camila Do Carmo Hermida Fragmentação E Integração Produtiva: A América Latina No Contexto Global Do Século XXI.
2017 17/05/2019 EDIPO TENORIO HOLANDA DIAS Lattes Reynaldo Rubem Ferreira Junio Modelos DSGE e a crise de 2008: O debate acerca das Limitações Estruturais
2017 31/07/2019 JOSIANE DE SOUSA FERREIRA Lattes Anderson Moreira Aristides Dos Santos Fatores Determinantes Da Demanda Por Serviços De Esgotamento Sanitário E Coleta De Lixo Nas Regiões Metropolitanas De Fortaleza, Recife E Salvador
2017 31/07/2019 RODOLFO BATISTA PEDROSA Lattes Maria Cecília Junqueira Lustosa Inovação Em Cuidados À Saúde: Um Estudo Da Produção Dos Equipamentos De Diagnóstico Por Imagem
2017 8/8/2019 TATIANE TENÓRIO DA GAMA LEITE Lattes Thierry Molnar Prates. Tributação Ótima Sobre O Consumo: Uma Aplicação Com O Icms Para O Estado De Alagoas Para O Período 2008-2009
2017 22/08/2019 RHAFAELLA KARLLA C. S. DA SILVA Lattes Thierry Molnar Prates Análise Espacial Da Taxa De Homícidios Nos Municípios Do Estado De Alagoas No Ano De 2010
2017 30/08/2019 ANA GRASIELLE NERVINO COSTA Lattes André Maia Gomes Lages Análise Shift-Share : Um Estudo Comparativo Da Produção Cacaueira Nos Estados Da Bahia E Do Pará
2017 6/9/2019 MARIANE S. AFONSO FERREIRA Lattes Maria Cecília Junqueira Lustosa Análise Da Emissão De Poluentes Dos Modais De Transporte Urbano Brasileiro À Luz Do Metabolismo Social
2017 9/10/2019 MAYANNA HORA JUCÁ Lattes Ana Maria Rita Milani O Que É Moeda? A Validade Da Bitcoin À Luz Da Teoria Pós-Keynesiana
2018 22/07/2020 MOISÉS VINÍCIUS C. DOS S. ORDÔNIO Lattes Reynaldo Rubem Ferreira Júnior Brasil E China No Mundo 4.0: Uma Visão A Partir Da Teoria Da Complexidade
2018 28/07/2020 MIRABEL SILVA DOS SANTOS Lattes Ana Maria Rita Milani Brasil: A Estratégia De Desenvolvimento Em Infraestrutura No Período 2003-2014
2018 31/07/2020 BÁRBARA RAYSSA DE L. SIQUEIRA Lattes Anderson Moreira Aristides Dos Santos Efeitos Da Educação Sobre A Saúde Na Região Nordeste: Evidências Com Base Em Um Painelespacial
2018 14/08/2020 JOSAFA DE FRANCA VERCOSA Lattes André Maia Gomes Lages Rediscutindo O Desenvolvimento Econômico A Partir Da Visão Novo Desenvolvimentista: Em Busca De Um Novo Paradigma.
2018 21/08/2020 SAMUEL SANTOS DE OLIVEIRA Lattes Camila Do Carmo Hermida

 

BRASIL E ESTADOS UNIDOS NAS CADEIAS GLOBAIS DE VALOR: UMA ANÁLISE DO PERÍODO 2005-2016

2018 30/10/2020 LEANDRO DE ANDRADE CARVALHO Lattes Cid Olival Feitosa Análise Do Processo De Construção E Desconstrução Das Garantias Laborais Do Brasil: Do Modelo Protetivo Dos Anos 1930 Até A Reforma Trabalhista De 2017
2019 01/02/2021 MOISÉS DOS SANTOS ROCHA Lattes Ana Maria Rita Milani Efeitos De Indicadores Socioeconômicos Sobre A Qualidade De Instituições Políticas Participativas: Um Estudo Utilizando Um Painel De Países No Período De 1960 A 2019
2019 17/02/2021 JEFFERSON DOGLAS DA SILVA PEREIRA Lattes Keuler Hissa Teixeira Diferenciais Salariais No Brasil: A Importância Das Economias De Aglomeração E Do Sorting Espacial Dos Trabalhadores E Firmas
2019 01/03/2021 JAILSON RODRIGUES Anderson Moreira Aristides Dos Santos Efeito Da Produtividade Total Dos Fatores Sobre O Crescimento E Seus Determinantes: Evidências Para Países De Renda Média
2019 09/04/2021 ANDRIANO NAZARE CORDEIRO Lattes Camila Do Carmo Hermida  Cadeias Globais De Valor E Crescimento Econômico: Dados Em Painel De 1996 A 2016

Lista de egressos a partir da origem do programa (2008 a 2016)