Nota do Conselho da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade sobre a minuta de Resolução do Calendário Acadêmico-Administrativo de 2020/2021


18/12/2020 18h41 - Atualizado em 18/12/2020 às 18h42

O Conselho da FEAC, em plenária realizada em 16/12/2020, deliberou por manifestar seu desacordo com os procedimentos adotados na discussão e com o conteúdo da minuta de Resolução do Calendário Acadêmico-Administrativo de 2020/2021. 

Qualquer proposição de retomada do Calendário Acadêmico impõe a necessidade de amplo debate e avaliação de erros e acertos do Período Letivo Excepcional (PLE). Desse modo, devemos observar que:

  1. O documento foi apresentado num momento em que não há dados oficiais de avaliação de discentes, docentes e do processo pedagógico, ou seja, não há fundamentação factual para a nova minuta;
  2. Não houve espaço para debate no Fórum dos Colegiados, uma vez que a minuta foi somente apresentada, sem momentos para destaques e votações de alterações;
  3. Os estudantes, maiores interessados e impactados pelo novo formato, não foram ouvidos até o momento; sendo assim, é inadequada a aprovação ad referendum do Consuni.
  4. Por fim, não se sabe quantos estudantes finalizaram, desistiram e mesmo foram excluídos do processo, seja por falta de equipamento, conexão de internet e demais condições.

 Surpreende-nos uma universidade pública e de qualidade conduzir tais decisões sem informações e planejamento, que sequer considera as consequências desta Resolução no que se refere aos grupos de risco, às condições de cumprimento dos protocolos de biossegurança, à duração dos semestres, à infraestrutura física e digital e aos estudantes em situação de exclusão.

 Por fim, lembramos que o desígnio da universidade pública não é aprofundar as desigualdades da sociedade brasileira, senão produzir espaços e oportunidades para transformá-la.

  

Maceió, 18 de dezembro de 2020.

 

 Prof. GUSTAVO MADEIRO DA SILVA

Diretor da FEAC